Você já parou para pensar no que é feito com as sobras oriundas da produção de alimentos?

A Ferrero, gigante italiana que produz os famosos bombons Ferrero Rocher, Nutella, Kinder Bueno e Kinder Ovo, tem no cacau e na avelã como carro chefe na produção destes produtos.

Nnuma iniciativa muito bacana, a indústria reuniu-se com a indústria de embalagens para encontrar uma maneira de reaproveitar as sobras de sua produção – como a pele da amêndoa do cacau e as casas das avelãs.

O projeto chamado ECO PAPER tem a colaboração da Ferrero, Stora Enso (Espanha) e Papiertechnische Stiftung (Alemanha) teve início em 2012, e traz uma abordagem inovadora no tratamento das sobras e transformação em embalagens.

Estudos recentes demonstraram que as sobras oriundas da fabricação destes chocolates podem substituir a celulose virgem na camada interna das embalagens tipo triplex, economizando 13% de celulose virgem. A equipe já conseguiu desenvolver este papel em laboratório e replicar a fabricação em escala.

Fico extremamente feliz ao ver uma iniciativa desta partindo de uma grande indústria. Independente da motivação (que podem ser nada nobres) qualquer atitude que ajude a conservar nosso planeta é bem vinda!

earth-transparent

via Ferrero buys arable land in Serbia for hazelnut tree plantations.